segunda-feira, 3 de junho de 2019

MODULAÇÃO HORMONAL NA MULHER

A importância da testosterona, da progesterona e do estrogénio


As hormonas desempenham um papel essencial no equilíbrio do organismo. São elas que estimulam ou inibem a atividade de certos órgãos, de tal forma que o seu excesso ou carência afetam o nosso bem-estar.

As principais hormonas femininas são o estrogénio e progesterona, que são fabricadas nos ovários. A testosterona, embora seja uma hormona tipicamente masculina, também é encontrada na mulher em menores quantidades. 


Progesterona

A progesterona é responsável por regular o ciclo menstrual e prepara o útero para receber o óvulo fertilizado, evitando que seja expulso pelo corpo, sendo por isso, muito importante no processo de gravidez. Normalmente, os níveis de progesterona aumentam após a ovulação e, caso exista uma gravidez, mantêm-se altos para que as paredes do útero continuem a desenvolver-se. No entanto, caso não exista gravidez, os ovários deixam de produzir progesterona, levando à destruição do revestimento do útero, que é eliminado através da menstruação. 

Estrogénio

Assim como a progesterona, os estrogénios também são responsáveis pela regulação do ciclo hormonal, durante a idade fértil. Durante a puberdade, os estrogénios estimulam o desenvolvimento dos seios e maturação do aparelho reprodutor, assim como o crescimento, e alteram a distribuição da gordura no corpo da mulher, geralmente depositado ao redor da anca, das nádegas e das coxas. 

É a hormona feminina de excelência, ao longo da vida, tem um papel muito importante a nível do cérebro, pele, ossos, sistema vascular e vida sexual.
Na peri menopausa, quando baixam os níveis desta hormona, começam a surgir alguns sinais de envelhecimento.

Testosterona

Embora seja uma hormona tipicamente masculina, a testosterona é também relevante no organismo feminino, onde é fabricada em menor quantidade pelo ovário. Exerce um papel muito importante na boa disposição, força muscular, excitação e orgasmo

Baixos níveis de testosterona podem afetar o desejo, a excitação, o orgasmo, a lubrificação vaginal e/ou causar dor durante ou depois do sexo. Para uma função sexual adequada toda a mulher precisa de androgénios – sendo a testosterona o mais importante. Além disso, níveis baixos de testosterona traduzem-se na diminuição da energia e força física, no aumento da fadiga, na alteração do bem-estar, na redução da massa magra e no aumento da massa gorda.



O melhor padrão hormonal é o comparável à juventude plena, ou seja, entre os 22 a 30 anos. Para alcançar um desempenho ótimo devemos procurar obter níveis hormonais compatíveis com a juventude.

A Modulação Hormonal revela-se importante no processo de antienvelhecimento. A suplementação com este objetivo faz-se através de hormonas bioidênticas e de outros nutrientes, como aminoácidos, vitaminas e antioxidantes. Procura-se desta forma alcançar níveis hormonais ótimos, sinónimos de saúde e bem-estar.


Henrique Pedroso
Fisioterapeuta 



Referências:
  1. https://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/artigos/o-poderdashormonas
  2. https://www.em.com.br/app/noticia/tecnologia/2013/03/08/interna_tecnologia,355438/baixo-nivel-de-testosterona-nas-mulheres-pode-ser-uma-das-causas-da-disfuncao-sexual.shtml
  3. https://www.clinicadopoder.pt/pt/terapia-hormonal/testosterona-na-mulher
  4. https://www.clinicadopoder.pt/pt/especialidades/anti-aging/modulacao-hormonal-bioidentica
  5. https://www.tuasaude.com/hormonios-femininos/


Sem comentários:

Publicar um comentário