quarta-feira, 13 de novembro de 2019

EM QUE IDADE OCORRE A IMPOTÊNCIA SEXUAL MASCULINA?


A Disfunção Erétil (DE) é tradicionalmente associada à idade avançada. A ideia de que o envelhecimento no homem leva à impotência sexual é comum. Mas será real? E em que idade?


Muitos estudos têm procurado descrever melhor as características dos homens com DE, confirmando que a idade é um dos principais fatores de risco
Entre os 40-70 anos, cerca de 52% dos homens apresentam DE. Não existe, contudo, uma idade de referência para o início de DE. Por exemplo, concluiu-se que um homem com 40 anos tem 1,8% e outro com 65 anos tem 11,4% de probabilidade de desenvolver DE nos 10 anos seguintes.

Mas isto não significa que o avançar da idade seja fatalmente sinónimo de impotência masculina. A associação da DE com doenças cardiovasculares, depressão, diabetes tipo 2, hipertensão, dislipidémia, HBP, DPOC e patologias do trato urinário é também amplamente conhecida. Como estas patologias são mais frequentes em homens idosos, naturalmente a idade acarreta maiores taxas de DE. 

Assim sendo, mais importante do que a idade, fator que não podemos controlar, a prevenção da DE dever-se-á focar em combater maus hábitos de vida que, comprovadamente, contribuem para a DE, como: 

  • má saúde mental, 
  • obesidade, 
  • sedentarismo, 
  • hábitos tabágicos 
  • consumo de bebidas alcoólicas.


Se sofre de alterações da ereção consulte-nos!!

Jean Gonçalves
Fisioterapeuta



Referências: 


  1. Goldstein, I., Goren, A., Liebert, R., Tang, W. Y., & Hassan, T. A. (2018). 145 Exploratory cluster analysis of US males 40-70 years old focused on erectile dysfunction and associated risk factors, using National Health and Wellness Survey data. The Journal of Sexual Medicine, 15(7), S190–S191. https://doi.org/10.1016/j.jsxm.2018.04.147
  2. Stranne, J., Malmsten, U. G. H., Areskoug, B., Milsom, I., Molander, U., & Peeker, R. (2019). The rate of deterioration of erectile function increases with age: results from a longitudinal population based survey. Scandinavian Journal of Urology, 0(0), 1–5. https://doi.org/10.1080/21681805.2019.1596154

Sem comentários:

Publicar um comentário